Seguração em condomínio. Dicas sobre cuidados essenciais.

Atualizado: 23 de nov. de 2020

É só a gente ligar a TV que casos de violência já aparecerem nos jornais. E com isso a maioria das pessoas estão preferindo morar em condomínios fechados para garantir mais segurança à família. Ainda bem que hoje já existem bons projetos de segurança para atender essas necessidades e intensificar os cuidados dos moradores para um ambiente mais tranquilo. E para proporcionar essa segurança alguns itens devem ser priorizados na estrutura de vigilância.



Atenção aos funcionários do condomínio

Esse é um critério onde um bom condomínio vai investir bastante tempo de pesquisa para não pecar na qualidade e cuidado.

Condomínios, sejam grandes ou pequenos, necessitam de vários funcionários, são eles: porteiros, zeladores, jardineiros, faxineiros, síndicos, seguranças entre outros.


O aprimoramento dos funcionários é essencial para melhorias do serviço e maior segurança do local. O crivo de exigência deve ser alto para contratação dos profissionais que cuidam dessa área, são desejados treinamentos periódicos, assim as situações de risco vão encontrar uma equipe preparada para qualquer ocorrência possível.

Algumas empresas já oferecem equipes prontas para dar início ao funcionamento desse tipo de moradia e é necessária uma pesquisa a fundo do histórico da empresa, também se certificar dos dados fornecidos dos funcionários, absorvendo o máximo de informações para o cadastro, pois isso é crucial.


Monitoramento da circulação

Portaria 24 horas é um dos requisitos básicos para uma boa segurança e mesmo assim, um dos maiores desafios dos condomínios (de casas ou prédios) é a vigilância no momento de entrada e saída dos carros, ocasiões onde também é necessária a atenção do morador.

Quadrilhas especializadas em roubos, geralmente, usam como porta de entrada a chegada dos moradores em suas casas, abordando eles ainda estando fora do condomínio e entrando com eles no edifício. Esse é o grande desafio até mesmo em residenciais mais luxuosos.


A liberação no tráfego de carros necessita de identificação total dos porteiros para que o acesso seja permitido, o uso da biometria para confirmação da identidade ajuda bastante na segurança, mas não vale o morador demorar muito nesse processo e ficar vulnerável para imprevistos. A comunicação entre porteiros e seguranças deve estar afiada.


Já os visitantes, precisam ter de autorização com o morador pelo interfone, fornecendo nome de identificação e foto de cadastro com um documento. Tudo bem detalhado, porque todos conhecem alguma história em condomínio, onde ocorreu a entrada de estranhos por qualquer deslize, principalmente em casos de assistência técnica, isso tudo deve ser confirmado com o morador antes de liberar a passagem.